Minicursos e Oficinas Pré-congresso 2017

Links:

Contato:

Site: www.nesme.com.br
Email: congresso@nesme.com.br
Tel: (11) 3826-3717 (Recado)

Voltar para home

MINICURSOS E OFICINAS PRÉ-CONGRESSO:

Os minicursos e oficinas pré-congresso foram oferecidos por profissionais de referência na área. Serão pagos separadamente pelos participantes e terão inscrição prévia. O número de pessoas em cada atividade será limitado e restrito à existência de vagas.

A reserva de vagas poderá ser feita por preenchimento de ficha de inscrição ao lado de cada atividade.

Atenção! Escolha somente uma das atividades abaixo, pois ocorrerão todas ao mesmo tempo, em 18/05/17, das 14h – 17h (atividades com 3 horas de duração) ou das 15h às 17h (atividade com 2 horas de duração).

A sua vaga será confirmada após o pagamento do boleto, que será emitido e enviado pela ordem de recebimento da reserva de vaga.

As reservas de vagas poderão ser enviadas de 10/03/2017 a 15/04/2017 (após esta data, somente no local do evento e poderão ser realizadas exclusivamente para as atividades com vagas remanescentes).

Modalidade Proponente Título Resumo da Atividade Tempo de Duração  

Valor da Atividade

Reserva de vaga
Minicurso

 

Isabel Marazina Análise Institucional – questões que atravessam as práticas de Saúde Mental Essa atividade pretende colocar à disposição dos participantes  os conceitos básicos da disciplina  da Análise Institucional e dialogar através deles com  questões que atravessam as práticas de Saúde Mental. Está apoiada na  troca de experiências com os próprios participantes, a partir das práticas que desenvolvem no campo. 3h R$ 120,00 Inscrição
Pablo Castanho Uma introdução teórica e vivencial  aos grupos operativos Iniciamos com uma introdução teórica sobre os grupos operativos focando nos conceitos-chave para sustentação de sua prática. Seguimos para uma vivência de grupo operativo. A parte teórica estaria focada no texto:

CASTANHO, P. . Uma Introdução aos Grupos Operativos: Teoria e Técnica. Vínculo (São Paulo. Impresso), v. 9, p. 47-60, 2012.

 

2h R$ 80,00 Inscrição
Oficina Mauro Hegenberg Vivência do Bambu A vivência se propõe, a partir de uma experiência com o corpo, música e bambus, demonstrar a importância de um conceito fundamental de Winnicott, o espaço transicional, além de abordar, a partir de power-point, alguns conceitos básicos da teoria Winnicottiana. 3h R$ 120,00 Inscrição
Luiz Carlos Osorio

 

Como atender sistemas humanos (grupos,casais,famílias,empresas) Breve introdução, com apresentação de slides, dos marcos referenciais teóricos que utilizo, com ênfase nas contribuições do pensamento sistêmico à compreensão dos sistemas humanos. A seguir, utilização do próprio grupo de participantes da oficina, através de exercícios ilustrativos, e projeção de filmes ilustrativos para contextualizar as ideias contidas no propósito da atividade.

4

3h R$ 120,00 Inscrição
Ruth Blay Levisky ,

Silvia Brasiliano e

Maria Lucia de Souza Campos Paiva

 

A Intervenção Terapêutica no Atendimento com Casais e Famílias Na contemporaneidade, já não é possível pensar em um único modelo de casamento ou de família. Tampouco, fazer previsões a respeito da durabilidade de um vínculo matrimonial ou familiar, uma vez que vivemos um momento em que muitos vínculos amorosos assumem um caráter mais fluido e passageiro. Além disso, convivemos com inúmeras formas que um casal ou família podem se organizar. Então, frente às novas configurações vinculares, como podemos pensar a clínica com casais e famílias e as formas de intervenção? No intuito de analisar algumas vicissitudes do trabalho clínico com casais e famílias, discutiremos a questão da intervenção terapêutica a partir do entrelaçamento entre a teoria e a prática na clínica atual. Pretendemos, inicialmente, expor um breve panorama das várias correntes teóricas da psicanálise que dão alicerce ao trabalho clínico. Então, utilizaremos a teoria psicanalítica vincular para abordar as novas configurações vinculares. Serão apresentadas algumas vinhetas clínicas para que se possa ilustrar e refletir sobre a intervenção terapêutica.

 

3h R$ 120,00 Inscrição
María Antonieta Pezo  Os mediadores terapêuticos: O pictograma grupal – a sua utilidade na clínica com grupos, famílias, situações de crise Nas primeiras entrevistas com famílias, grupos, quando existem situações traumáticas de difícil comunicação e quando durante o processo terapêutico a palavra se torna instrumento de agressão, se tornam uteis poder contar com ferramentas que permitam aceder a outros níveis de comunicação. Propor mediadores terapêuticos pode ser uma ferramenta útil para favorecer o surgimento de fantasias, desejos e ou vivencias, sem registro simbólico. Os mediadores terapêuticos permitem diversas articulações entre o interno e externo, entre instancias psíquicas, se opõe ao imediato, a violência do corpo a corpo, permitem explorar o espaço intrapsíquico e intersubjetivo. O jogo do rabisco introduzido por Winnicott permite uma modalidade de comunicação profunda, sendo os rabiscos-desenhos, construídos conjuntamente permitem aceder a estratos mentais do nível do inominável. Inspirados em este dispositivo, construímos o pictograma grupal, mediador terapêutico útil nas consultas terapêuticas com famílias e com grupos. Alguns conceitos serão abordados: os espaços psíquicos, o trabalho do pré-consciente, as cadeias associativas grupais, as funções e formações intermediarias.

 

3h R$ 120,00 Inscrição